domingo, maio 9, 2021
Home Política Sob comoção após caso Henry, Câmara aprova pena maior para maus-tratos

Sob comoção após caso Henry, Câmara aprova pena maior para maus-tratos

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que aumenta a pena para crimes de maus-tratos, abandono de incapazes e violência contra idosos. Segundo o relator, deputado Dr. Frederico (Patriota), o objetivo é garantir um futuro seguro às pessoas mais vulneráveis. “A Câmara dos Deputados demonstra de forma muito ágil a importância de combater qualquer tipo de agressão ao nosso país”, disse. O texto ainda precisa passar pelo Senado Federal. Se aprovado, a pena sobe de seis meses a três anos de detenção para dois a cinco anos. Se o abandono resultar lesão corporal de natureza grave, a punição poderá chegar a sete anos de prisão. Se houver morte da vítima, o tempo de reclusão passa a ser de oito a 14 anos; atualmente são quatro a 12 anos.

A aprovação do projeto veio em meio à comoção causada pelo assassinato brutal do menino Henry Borel, no Rio de Janeiro. Em depoimento, a irmã do vereador Jairinho, padrasto do menino e suspeito pela morte, disse que ele mudou de versão sobre o caso várias vezes nos últimos dias, à medida que a investigação avança. Segundo o relato obtido pela TV Globo, Thalita Santos contou que o irmão só mudou a história inicial quando o laudo da perícia veio à tona. Ela negou ter sido informada pela babá de Henry, Thayná Ferreira, que o irmão batia no menino. Thalita disse aos investigadores que nunca soube de agressões de Jairinho contra qualquer criança e alegou ter feito uma festa de aniversário no dia da morte, na qual o irmão teria comparecido. Nesta quinta-feira, a Justiça do Rio negou um novo pedido de liberdade a favor de Dr. Jairinho e Monique Medeiros, mãe de Henry Borel. Os dois estão presos desde 8 de abril, suspeitos pela morte do menino de quatro anos.

*Com informações da repórter Caterina Achutti 

- Advertisment -

Most Popular

Bruno Covas posa do hospital e diz ‘não baixar a cabeça’ na luta contra o câncer

Prefeito licenciado da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) usou as redes sociais para postar uma foto sua no Hospital Sírio Libanês, onde...

PSB pede que Fachin intime governador do Rio por operação no Jacarezinho

O Partido Socialista Brasileira (PSB) pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin que intime o governador do Rio de Janeiro, Cláudio...

‘Gabinete paralelo’, negociação com a Pfizer e atuação da Anvisa: os próximos passos da CPI da Covid-19

Quem acompanhou a primeira semana de depoimentos à CPI da Covid-19 pôde perceber que a prescrição de cloroquina, ivermectina e outros remédios comprovadamente ineficazes...

Após ser vacinado com a CoronaVac, Doria comemora: ‘O detalhe, de calça apertada’

Aos 63 anos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), foi vacinado contra a Covid-19 em uma unidade pública de saúde em Pinheiros,...