quinta-feira, junho 17, 2021
Home Política Ricardo Salles comenta operação da PF: ‘Exagerada e desnecessária’

Ricardo Salles comenta operação da PF: ‘Exagerada e desnecessária’

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que a Operação Akuanduba, da Polícia Federal, foi “exagerada e desnecessária”. A declaração foi dada pelo chefe da pasta nesta quarta-feira, 19, após participação de Salles no Seminário “Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável da Indústria de Resíduos Sólidos no Brasil”, em Brasília. Em declaração à imprensa, o ministro disse ainda que o inquérito sob relatoria de Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que levou à deflagração da operação induziu o ministro ao erro. “Esse inquérito foi instruído de uma forma que acabou levando o ministro relator, induzindo o ministro relator a erro, induzindo justamente a dar a impressão de que houve, ou que teria havido, possivelmente uma ação concatenada de agentes do Ibama e do Ministério do Meio Ambiente para favorecer ou para fazer o destravamento indevido do que quer que seja. Essas ações jamais, repito, jamais aconteceram”, disse Salles, que admitiu não ter tido acesso aos autos do inquérito. “O ministério sempre procurou agir de acordo com as regras, com bom senso, com equilíbrio e isso ficará demonstrado nos autos do inquérito conforme eles forem instruídos”, concluiu o ministro.

- Advertisment -

Most Popular

Barroso concede a Carlos Wizard direito de ficar em silêncio durante depoimento à CPI da Covid-19

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu ao empresário Carlos Wizard o direito de ficar em silêncio e não produzir...

Justiça Federal torna Witzel réu por organização criminosa após denúncia do MPF

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, virou réu por organização criminosa após a Justiça Federal aceitar uma denúncia do Ministério Público Federal...

Justiça Federal torna Witzel réu por organização criminosa após denúncia do MPF

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, virou réu por organização criminosa após a Justiça Federal aceitar uma denúncia do Ministério Público Federal...

Condenado, Arthur Lira elogia projeto que afrouxa Lei de Improbidade: ‘Avanço para proteger o bom gestor’

Por 408 a 67 votos, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 16, o Projeto de Lei 10.887/18. O novo texto, do relator Carlos Zarattini...