terça-feira, junho 15, 2021
Home Política PF pede abertura de inquérito para investigar suspeita de pagamentos a Dias...

PF pede abertura de inquérito para investigar suspeita de pagamentos a Dias Toffoli

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Foffoli, pode virar alvo de investigação sobre supostos repasses ilegais que teria recebido. Na terça-feira, 11, a Polícia Federal encaminhou à Corte um pedido para abertura de inquérito, tendo como base o acordo de colaboração premiada do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. Segundo Cabral, Toffoli teria recebido R$ 4 milhões para favorecer dois prefeitos do Estado em processos no Tribunal Superior Eleitoral. O ex-governador disse que os pagamentos teriam sido feitos em 2014 e 2015 por Hudson Braga, ex-secretário de Obras do Rio de Janeiro. A delação aponta que os repasses teriam envolvido o escritório da mulher de Toffoli, a advogada Roberta Rangel. Tal situação se enquadraria como crime de corrupção passiva. Por meio de sua assessoria, o ministro Dias Toffoli afirmou não ter conhecimento dos fatos mencionados e negou ter recebido valores ilegais. Também disse que não atuou para favorecer qualquer pessoa no exercício de seu cargo no judiciário brasileiro.

*Com informações do repórter Fernando Martins

- Advertisment -

Most Popular

‘Duvido que os brasileiros votem no PT, Bolsonaro é o favorito para 2022’, diz ministro Fábio Faria

Chefe do Ministério das Comunicações, o ministro Fábio Faria afirmou durante participação no programa Pânico, da Jovem Pan, nesta terça-feira, 15, que já está...

Presidente do TCU pede para a PF investigar auditor afastado por relatório falso

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministra Ana Arraes, pediu à Polícia Federal, na segunda-feira, 14, que seja aberto um inquérito...

Wilson Witzel recorre ao STF para não comparecer à CPI da Covid-19

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para não comparecer à CPI da Covid-19. Em pedido apresentado...

Situação carcerária é ‘problema antigo e está longe de solução’, diz Cármen Lúcia

O Supremo Tribunal Federal (STF) realizou nesta segunda-feira, 14, uma audiência pública para discutir o habeas corpus coletivo que determinou autorizou direito a prisão...