terça-feira, abril 13, 2021
Home Política Orçamento: Guedes afirma que impasses devem ser resolvidos ‘bem antes’ de 22...

Orçamento: Guedes afirma que impasses devem ser resolvidos ‘bem antes’ de 22 de abril

O ministro da Economia, Paulo Guedes, analisou nesta segunda-feira, 5, que os impasses em torno do Orçamento devem ser solucionados ‘bem antes’ de 22 de abril. “Os acordos sobre o Orçamento já tinham sido acertados, mas encontramos o problema na execução. Isso já está sendo corrigido. Nós temos o prazo formal até o dia 22, mas deve acontecer bem antes disso devido à vontade de todos os envolvidos”, disse durante participação em uma live realizada pelo InfoMoney. O Orçamento 2021, aprovado em 25 de março pelo Congresso, tem sido alvo de polêmicas por transferir R$ 26,45 bilhões das despesas obrigatórias — originalmente vinculadas à previdência, abono salarial e seguro-desemprego, para as emendas parlamentares. Segundo o Tesouro, a alteração foi realizada “sem justificativa técnica”. Além disso, o valor total a ser gasto com as despesas obrigatórias é muito alto, o que força cortes em outras áreas.

Apesar das dificuldades, Guedes reiterou que não há um desentendimento entre o Congresso Nacional e a área econômica do governo. “Há uma expressiva boa vontade do relator-geral, o senador Márcio Bittar, da ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, e dos presidentes da Câmara e Senado, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco. Não trata-se de um conflito, mas de um time que nunca jogou junto e está começando a colocar de pé um Orçamento. Não há briga, há apenas um problema de elaboração deste Orçamento.” Para o ministro, os impasses serão resolvidos de uma forma “juridicamente perfeita e politicamente satisfatória”.

Segundo ele, o atual cenário econômico brasileiro deve alavancar com o trabalho de um parlamento que “joga junto” com o Poder Executivo. “Depois de duas eleições, as de 2018 e 2020, os partidos de centro-direita aumentaram a representatividade no Congresso. Com isso, observamos um parlamento reformista e uma aliança da centro-direita que indica disposição para disparar as reformas que trarão novas ondas de investimento para o Brasil”, concluiu.

- Advertisment -

Most Popular

CPI da Covid-19 vai investigar verbas da União destinadas a Estados e municípios

Após a decisão liminar do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), fará, na tarde...

‘Bolsonaro queria que telefonema fosse divulgado’, afirma Jorge Kajuru

O senador Jorge Kajuru afirmou que o presidente Jair Bolsonaro queria que o áudio da conversa de ambos gravado no sábado, dia 10, fosse...

Tarcísio Gomes de Freitas nega que nova lei de trânsito beneficie infratores

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, rebateu críticas de que parte das mudanças no Código de Trânsito Brasileiro favorecem os infratores. Especialistas...

Deputada Margarete Coelho defende maior clareza na Lei de Segurança Nacional

A Câmara dos Deputados vota a urgência na revisão da Lei de Segurança Nacional. A relatora do projeto, deputada Margarete Coelho (PP), promete a...