quinta-feira, junho 17, 2021
Home Política Omar Aziz antecipa depoimento de infectologista que ficou 10 dias no Ministério...

Omar Aziz antecipa depoimento de infectologista que ficou 10 dias no Ministério da Saúde

O senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid-19, antecipou o depoimento de Luana Araújo. A infectologista foi escolhida pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para o cargo de secretária extraordinária de enfrentamento à Covid-19, mas a nomeação não foi efetivada – ela atuou por 10 dias no cargo. Os senadores querem saber se a médica, crítica do uso de remédios ineficazes para o tratamento do coronavírus, não foi nomeada por motivos políticos.

A convocação de Luana Araújo atende um pedido apresentado pelo senador Humberto Costa (PT-PE), titular da CPI. No requerimento, o petista afirma que a infectologista foi demitida “a mando do Presidente da República”. Na sessão desta quarta-feira, 2, os senadores ouviriam especialistas a favor e contrários ao uso da cloroquina, remédio comprovadamente ineficaz para o tratamento da doença. Reservadamente, um membro da CPI disse à Jovem Pan que a mudança no calendário faz parte de uma articulação do grupo majoritário da comissão para ouvir, nos próximos dias, o ministro da Saúde. Para os parlamentares, a médica pode fornecer informações que serão utilizadas para confrontar Queiroga em sua segunda oitiva.

- Advertisment -

Most Popular

Barroso concede a Carlos Wizard direito de ficar em silêncio durante depoimento à CPI da Covid-19

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu ao empresário Carlos Wizard o direito de ficar em silêncio e não produzir...

Justiça Federal torna Witzel réu por organização criminosa após denúncia do MPF

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, virou réu por organização criminosa após a Justiça Federal aceitar uma denúncia do Ministério Público Federal...

Justiça Federal torna Witzel réu por organização criminosa após denúncia do MPF

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, virou réu por organização criminosa após a Justiça Federal aceitar uma denúncia do Ministério Público Federal...

Condenado, Arthur Lira elogia projeto que afrouxa Lei de Improbidade: ‘Avanço para proteger o bom gestor’

Por 408 a 67 votos, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 16, o Projeto de Lei 10.887/18. O novo texto, do relator Carlos Zarattini...