domingo, maio 9, 2021
Home Política Ministro Marco Aurélio, do STF, determina que governo realize o Censo 2021

Ministro Marco Aurélio, do STF, determina que governo realize o Censo 2021

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta quarta-feira, 28, que o governo do presidente Jair Bolsonaro adote medidas voltadas à realização do Censo de 2021. “Defiro a liminar, para determinar a adoção de medidas voltadas à realização do censo, observados os parâmetros preconizados pelo IBGE, no âmbito da própria discricionariedade técnica. Citem a União e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)”, diz um trecho de decisão, que atendeu a um pedido do governo do Maranhão. “O direito à informação é basilar para o Poder Público formular e implementar políticas públicas. Por meio de dados e estudos, governantes podem analisar a realidade do País. A extensão do território e o pluralismo, consideradas as diversidades regionais, impõem medidas específicas”, ressaltou o decano da Corte.

A gestão de Flávio Dino (PCdoB) acionou o STF na terça-feira, 27, contestando a decisão do governo federal que suspendeu a realização do Censo deste ano por falta de orçamento – durante a tramitação, o relator do Orçamento, senador Márcio Bittar (MDB-AC) retirou uma previsão de aproximadamente R$ 2 bilhões que seriam utilizados na pesquisa e redistribuiu o montante em emendas parlamentares. “O cancelamento do Censo traz consigo um imensurável prejuízo para as estatísticas do país, pois sem o conhecimento da realidade social, demográfica e habitacional, tornam-se frágeis as condições que definem a formulação e avaliação de políticas públicas” necessárias para o enfrentamento da desigualdade social”, alegou o governo maranhense.

Em sua decisão, Marco Aurélio negou que esteja interferindo em outro Poder. “Surge imprescindível atuação conjunta dos três Poderes, tirando os compromissos constitucionais do papel. No caso, cabe ao Supremo, presentes o acesso ao Judiciário, a aplicabilidade imediata dos direitos fundamentais e a omissão dos réus, impor a adoção de providências a viabilizarem a pesquisa demográfica”, apontou.

- Advertisment -

Most Popular

Bruno Covas posa do hospital e diz ‘não baixar a cabeça’ na luta contra o câncer

Prefeito licenciado da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) usou as redes sociais para postar uma foto sua no Hospital Sírio Libanês, onde...

PSB pede que Fachin intime governador do Rio por operação no Jacarezinho

O Partido Socialista Brasileira (PSB) pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin que intime o governador do Rio de Janeiro, Cláudio...

‘Gabinete paralelo’, negociação com a Pfizer e atuação da Anvisa: os próximos passos da CPI da Covid-19

Quem acompanhou a primeira semana de depoimentos à CPI da Covid-19 pôde perceber que a prescrição de cloroquina, ivermectina e outros remédios comprovadamente ineficazes...

Após ser vacinado com a CoronaVac, Doria comemora: ‘O detalhe, de calça apertada’

Aos 63 anos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), foi vacinado contra a Covid-19 em uma unidade pública de saúde em Pinheiros,...