domingo, abril 11, 2021
Home Política Gilmar Mendes rebate voto de Nunes Marques a favor de Moro: ‘A...

Gilmar Mendes rebate voto de Nunes Marques a favor de Moro: ‘A desmoralização da Justiça já está feita’

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), rebateu o voto de seu colega de Corte, Nunes Marques, sobre a suspeição do ex-juiz Sergio Moro por suas atitudes no caso envolvendo o ex-presidente Lula e o tríplex na cidade do Guarujá, no litoral de São Paulo. O posicionamento de Marques, que foi contrário à suspeição do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), foi alvo de diversas críticas de Mendes, que disse que a “desmoralização da Justiça” já estava feita, independentemente do resultado do julgamento. “A desmoralização da Justiça já ocorreu. O tribunal de Curitiba é conhecido mundialmente, hoje, como tribunal de exceção. Enche-nos de vergonha. Algum dos senhores aqui compraria um carro do Moro, um carro do Dallagnol? São pessoas tidas como probas? Não importa o resultado desse julgamento. A desmoralização da Justiça já está feita”, afirmou Gilmar. O jurista nascido no Mato Grosso ainda citou Rui Barbosa (1849-1923) para alfinetar Moro. “Atrás da técnica de não conhecimento de habeas corpus se esconde um covarde. E Rui falava: ‘O bom ladrão salvou-se, mas não há salvação para o juiz covarde’”.

Ao negar o recurso apresentado pelo petista, Nunes Marques alegou que as mensagens citadas pela defesa de Lula foram obtidas de forma ilegal, afirmando que “todo magistrado tem a obrigação de ser garantista”. A declaração também foi rebatida por Gilmar: “Isto, ministro Kássio, nada tem a ver com garantismo. Isto é uma indecência”. Até o momento, além de Gilmar, o ministro Ricardo Lewandowski também votou contra o ex-juiz, enquanto que, além de Nunes Marques, Edson Fachin e Carmén Lúcia votaram contra o recurso no início do julgamento, em dezembro de 2018. Entretanto, os dois últimos anunciaram que farão uma nova manifestação de voto e existe a possibilidade de que a magistrada mude de posicionamento.

- Advertisment -

Most Popular

Lamento os superpoderes que o STF deu a governadores e prefeitos, diz Bolsonaro

Em visita a venezuelanos na cidade de São Sebastião, no Distrito Federal, neste sábado, 10, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticou a decisão...

Barroso diz que consultou colegas do STF antes de mandar Senado instalar CPI da Covid-19

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) disse que consultou todos os ministros da Corte antes de determinar a instalação da...

As aventuras (ou farsas?) do Capitão de Longo Curso, de Jorge Amado (contém spoiler)

Os Velhos Marinheiros ou o Capitão de Longo Curso é um romance escrito por Jorge Amado, afirma Rafael Libman, leitor ávido e...

Ao lado de Bolsonaro, chefe do Estado-Maior do Exército diz que ‘espada não tem partido’

Na primeira solenidade militar realizada depois da troca dos comandos das três Forças Armadas, o presidente Jair Bolsonaro ouviu do chefe do Estado-Maior do...