terça-feira, junho 15, 2021
Home Política Ex-ministro Eduardo Pazuello é nomeado para cargo no Planalto

Ex-ministro Eduardo Pazuello é nomeado para cargo no Planalto

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou nesta terça-feira, 1º, a nomeação do general Eduardo Pazuello para o cargo de secretário de Estudos Estratégicos da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. A informação foi confirmada pela assessoria da Presidência à Jovem Pan. O órgão está diretamente ligado ao presidente, já que funciona no Palácio do Planalto. A portaria que oficializa o novo cargo de Pazuello foi publicada em Diário Oficial da União, assinada pelo ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos.

A nomeação acontece após o Exército abrir uma investigação para apurar a participação de Pazuello em uma manifestação de apoio a Bolsonaro no domingo, 23. Ele é alvo da apuração porque é um general da ativa e o regulamento militar classifica como transgressão o ato de “manifestar-se, publicamente, o militar da ativa, sem que esteja autorizado, a respeito de assuntos de natureza político-partidária”. O ex-ministro volta ao governo dois meses e meio após deixar a chefia do Ministério da Saúde – cadeira que ocupou durante grande parte da pandemia de Covid-19. No período em que esteve longe da vida política, o ex-ministro permaneceu no Exército. De agora em diante, no novo cargo, ele ficará subordinado ao almirante Flávio Rocha, atual secretário de Assuntos Estratégicos do governo.

- Advertisment -

Most Popular

‘Duvido que os brasileiros votem no PT, Bolsonaro é o favorito para 2022’, diz ministro Fábio Faria

Chefe do Ministério das Comunicações, o ministro Fábio Faria afirmou durante participação no programa Pânico, da Jovem Pan, nesta terça-feira, 15, que já está...

Presidente do TCU pede para a PF investigar auditor afastado por relatório falso

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministra Ana Arraes, pediu à Polícia Federal, na segunda-feira, 14, que seja aberto um inquérito...

Wilson Witzel recorre ao STF para não comparecer à CPI da Covid-19

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para não comparecer à CPI da Covid-19. Em pedido apresentado...

Situação carcerária é ‘problema antigo e está longe de solução’, diz Cármen Lúcia

O Supremo Tribunal Federal (STF) realizou nesta segunda-feira, 14, uma audiência pública para discutir o habeas corpus coletivo que determinou autorizou direito a prisão...