sábado, abril 17, 2021
Home Política Em carta de demissão, Araújo cita ‘narrativa hipócrita’ sobre sua atuação na...

Em carta de demissão, Araújo cita ‘narrativa hipócrita’ sobre sua atuação na compra de vacinas

O ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, divulgou a carta de demissão que enviou ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No documento, o ex-chanceler agrade ao presidente e diz ter sido alvo de “uma narrativa falsa e hipócrita” sobre sua atuação na aquisição de vacinas contra a Covid-19. “Ergueu-se contra mim uma narrativa falsa e hipócrita, a serviço de interesses escusos nacionais e estrangeiros, segundo a qual  minha intuição prejudicaria a obtenção de vacinas”, disse Araújo, que continuou: “Exibi todos os fatos que desmentem as alegações, mas infelizmente, neste momento da vida nacional, a verdade não importa para as correntes que querem o poder – esse poder que, durante décadas em que o exerceram, só trouxe ao Brasil atraso, corrupção e desgraça”. Por fim, o ex-ministro disse ter colocado seu cargo à disposição em prol do “projeto de transformação nacional”. A divulgação do material foi feita no perfil oficial de Araújo no Twitter nesta segunda-feira, 29, horas após o governo federal confirmar sua saída do cargo.

A saída de Ernesto Araújo esteve em pauta nos últimos dias e aconteceu após pressão de parte do Congresso, principalmente do Senado. O chanceler vinha sendo criticado pela condução da política externa do Brasil, especialmente em questões como a da aquisição de vacinas contra a Covid-19. No Congresso, parlamentares creem que a atuação de Araújo prejudicou a interlocução do Brasil com países que poderiam fornecer imunizantes contra a doença. Os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) também criticaram o chanceler. Diante deste cenário, Araújo pediu demissão na manhã desta segunda-feira e comunicou a decisão à cúpula do Congresso por interlocutores do Palácio do Planalto. No começo da noite, a Secom confirmou que o embaixador Carlos Alberto Franco França assumirá o comando da pasta.

- Advertisment -

Most Popular

Alexandre de Moraes pede vista e STF suspende julgamento sobre decretos de armas

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu vista e fez com que o julgamento sobre a validade de quatro decretos...

Por que Omar Aziz tem o apoio da maioria dos senadores para presidir a CPI da Covid-19

Na manhã desta sexta-feira, 16, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou à Jovem Pan que os parlamentares chegaram a um acordo para a escolha...

‘Decisões do STF sobre Lula são uma vergonha nacional’, diz Tomé Abduch

Em entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan, nesta sexta-feira, 16, o porta-voz do movimento Nas Ruas, Tomé Abduch, repercutiu a decisão do Supremo...

CPI da Covid-19 será instalada em 22 ou 27 de abril, diz Pacheco

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM) detalhou nesta sexta-feira, 16, os procedimentos necessários para a instalação da CPI da Covid-19. “Como é de...