domingo, maio 9, 2021
Home Política Em carta a Bolsonaro, Mandetta disse que governo não apoiou orientações do...

Em carta a Bolsonaro, Mandetta disse que governo não apoiou orientações do Ministério da Saúde

Em seu depoimento na CPI da Covid-19, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta afirmou que entregou ao presidente Jair Bolsonaro uma carta, no dia 28 de março de 2020, período em que ainda era o titular da pasta, para alertar o chefe do Executivo federal sobre os riscos da pandemia no Brasil. Mandetta pede que o governo “reveja o posicionamento adotado, acompanhando as recomendações do Ministério da Saúde, uma vez que a adoção de medidas em sentido contrário poderá gerar colapso do sistema de saúde e gravíssimas consequências à saúde da população”. À época, o país registrava 3.904 casos da doença e 114 mortes – mais de um ano depois, o Brasil possui 14.779.529 casos e 408.622 óbitos.

Em outro trecho da carta, Mandetta afirma que as orientações e recomendações feitas pelo Ministério da Saúde não receberam apoio do governo federal. “Em que pese todo o esforço empreendido por esta pasta par a proteção da saúde da população e preservação de vidas no contexto da resposta à pandemia do Covid 19, as orientações e recomendações não receberam apoio deste governo federal”, escreveu o então ministro. O depoimento do ex-titular da Saúde ocorre desde às 10h20 desta terça-feira, 4.

- Advertisment -

Most Popular

Bruno Covas posa do hospital e diz ‘não baixar a cabeça’ na luta contra o câncer

Prefeito licenciado da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) usou as redes sociais para postar uma foto sua no Hospital Sírio Libanês, onde...

PSB pede que Fachin intime governador do Rio por operação no Jacarezinho

O Partido Socialista Brasileira (PSB) pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin que intime o governador do Rio de Janeiro, Cláudio...

‘Gabinete paralelo’, negociação com a Pfizer e atuação da Anvisa: os próximos passos da CPI da Covid-19

Quem acompanhou a primeira semana de depoimentos à CPI da Covid-19 pôde perceber que a prescrição de cloroquina, ivermectina e outros remédios comprovadamente ineficazes...

Após ser vacinado com a CoronaVac, Doria comemora: ‘O detalhe, de calça apertada’

Aos 63 anos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), foi vacinado contra a Covid-19 em uma unidade pública de saúde em Pinheiros,...