quinta-feira, junho 17, 2021
Home Política Em ato de filiação, Jean Wyllys diz que foi ao PT para...

Em ato de filiação, Jean Wyllys diz que foi ao PT para apoiar Lula em 2022

O ex-deputado federal Jean Wyllys formalizou a filiação ao Partido dos Trabalhadores (PT) nesta segunda-feira, 24. Em um evento virtual organizado pela legenda, Jean disse que sempre se considerou petista, mesmo sendo filiado ao PSOL, pelo qual foi eleito primeira vez à Câmara dos Deputados em 2010. Em um crítica ao antigo partido, disse que passou anos sendo tratado como petista até por ex-correligionários, a quem acusou de falta de cooperação e respeito, sem citar nomes. O ex-deputado ainda deixou claro que está mudando de partido para apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2022. “Uma vez que sou insultado como petralha pela extrema direita e seus meios de desinformação, uma vez que estava levando a fama sem deitar na cama. Uma vez que desejo me empenhar muito na campanha de Lula sem constranger nenhuma das figuras púbicas do meu partido, o PSOL, que respeito bastante. Ser petista com o mesmo orgulho com que sou gay, pertenço a comunidade LGBT e sou miscigenado.”

No evento, Lula disse que o partido recebe Jean Wyllys com orgulho e alegria, ressaltando que toda ajuda será necessária para reconstruir o país. “Acho que hoje, Jean Wyllys, a tua vinda para esse time é um momento grande. É um momento auspicioso para a história de 40 anos do nosso partido. É um alento, meu caro companheiro Jean Wyllys, poder contar com a sua força nessa difícil tarefa de remover camadas e mais camadas de ódio”, afirmou. O evento virtual ainda contou com a participação da ex-presidente, Dilma Rousseff, e da presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann.

*Com informações da repórter Letícia Santini

- Advertisment -

Most Popular

Barroso concede a Carlos Wizard direito de ficar em silêncio durante depoimento à CPI da Covid-19

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu ao empresário Carlos Wizard o direito de ficar em silêncio e não produzir...

Justiça Federal torna Witzel réu por organização criminosa após denúncia do MPF

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, virou réu por organização criminosa após a Justiça Federal aceitar uma denúncia do Ministério Público Federal...

Justiça Federal torna Witzel réu por organização criminosa após denúncia do MPF

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, virou réu por organização criminosa após a Justiça Federal aceitar uma denúncia do Ministério Público Federal...

Condenado, Arthur Lira elogia projeto que afrouxa Lei de Improbidade: ‘Avanço para proteger o bom gestor’

Por 408 a 67 votos, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 16, o Projeto de Lei 10.887/18. O novo texto, do relator Carlos Zarattini...