domingo, maio 9, 2021
Home Política CPI da Covid-19 deve ouvir Mandetta, Teich, Pazuello e Marcelo Queiroga

CPI da Covid-19 deve ouvir Mandetta, Teich, Pazuello e Marcelo Queiroga

Mais de 250 requerimentos de convocação, convite e pedidos de informação foram protocolados na CPI da Covid-19. O colegiado se reúne nesta quinta-feira, 29, para votar o plano de trabalho. A partir daí, fica traçada a relação de quem os senadores devem ouvir. A comissão também deve aprovar a lista com onze prioridades traçada pelo relator, o senador Renan Calheiros. Entre elas, processos relacionados às aquisições de vacinas e insumos e a postura do governo em temas como “isolamento social, quarentena e proteção da coletividade”. Pelo menos cinco depoimentos são dados como certos: os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello, o atual ministro, Marcelo Queiroga, e o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres.

Também existem pedidos de convocação de seis ministros, como o da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, e o da Defesa, Walter Braga Netto, além do ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Autoridades de outros órgãos do governo, como a Secom e a Funai, também estão na lista. Já os senadores governistas querem depoimentos de governadores. João Doria, de São Paulo; Wilson Lima, do Amazonas; e Rui Costa, da Bahia, podem aparecer entre os depoentes. Os membros da CPI ainda não decidiram se vão ouvir o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Segundo o senador Randolfe Rodrigues, isso vai ser definido posteriormente. “Se for necessário chamar Paulo Guedes, isso vai depender da conveniência dos fatos a serem investigados. Se os fatos levarem a necessidade de chamar, tanto o relator quanto nós votaremos pela convocação.” Renan Calheiros pediu informações de dois inquéritos do Supremo Tribunal Federal: o das fake news e o dos atos antidemocráticos, ambos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes. O relator requer provas e documentos sobre “a disseminação de informações falsas relacionadas à pandemia ou que incentivem aglomerações ou desrespeito às medidas sanitárias.” Também foram pedidos documentos da CPMI das Fake News que tenham correlação com a pandemia.

*Com informações do repórter Levy Guimarães

- Advertisment -

Most Popular

Bruno Covas posa do hospital e diz ‘não baixar a cabeça’ na luta contra o câncer

Prefeito licenciado da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) usou as redes sociais para postar uma foto sua no Hospital Sírio Libanês, onde...

PSB pede que Fachin intime governador do Rio por operação no Jacarezinho

O Partido Socialista Brasileira (PSB) pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin que intime o governador do Rio de Janeiro, Cláudio...

‘Gabinete paralelo’, negociação com a Pfizer e atuação da Anvisa: os próximos passos da CPI da Covid-19

Quem acompanhou a primeira semana de depoimentos à CPI da Covid-19 pôde perceber que a prescrição de cloroquina, ivermectina e outros remédios comprovadamente ineficazes...

Após ser vacinado com a CoronaVac, Doria comemora: ‘O detalhe, de calça apertada’

Aos 63 anos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), foi vacinado contra a Covid-19 em uma unidade pública de saúde em Pinheiros,...