domingo, junho 20, 2021
Home Política ‘Bruno Covas foi grande incentivador para que eu me tornasse tucano’, diz...

‘Bruno Covas foi grande incentivador para que eu me tornasse tucano’, diz Rodrigo Garcia

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), ressaltou nesta segunda-feira, 17, o legado do colega Bruno Covas, que faleceu neste domingo, 16, após a luta contra um câncer. Ele citou o papel do prefeito de São Paulo de incentivo para a sua recente filiação ao PSDB, e os ensinamentos políticos e pessoais deixados pelo tucano. “Ele foi um grande incentivador, ao lado do governador João Doria, para que me tornasse tucano. Ele fez questão, inclusive, na última quinta-feira de abonar minha ficha de filiação, escrever uma carta ao partido sobre a importância do momento que estamos vivendo, o posicionamento que o PSDB deve ter e me dando boas vindas”, disse, ressaltando a generosidade e a força de Covas em seus últimos momentos de vida. “Em nenhum momento vi Bruno Covas brigando em relação ao momento que ele vivia, ele lutou muito para viver. Bruno deixa muitas lições na política, lições na vida pessoal. Bruno fará muita falta à política brasileira.” Rodrigo Garcia já havia citado o legado de Covas nas redes sociais. Em publicação no Instagram neste domingo, ele disse que “São Paulo e o Brasil perderam um líder carismático e sensível”. “Eu perdi um grande amigo”, escreveu.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, Rodrigo Garcia comentou sobre a carta de Bruno Covas enviada ao PSDB. Segundo o vice-governador, o tucano lembrou da fundação do partido e pregou a moderação como um dos ideais da legenda. “O que ele prega é que a gente possa se unir em torno desses ideais, com moderação, com propostas claras para o Brasil e para os Estados. Procurar fugir dos extremos e mostrar à sociedade brasileira que temos alternativas de políticas públicas moderadas. A política é um debate de ideias, eu penso diferente de outros políticos e defendo o que eu penso. Bruno deixa legado de dialogar no combate das suas ideias, mas jamais deixando isso para o lado pessoal ou radicalismo”, afirmou, lembrando sobre a campanha eleitoral de 2020 e citando a “lição para todo o Brasil” deixada pelo político. “Político jovem, exemplo de ponderação. É natural ter divergências, mas é fundamental manter as diferenças no campo das ideias. Ele deixa esse bom exemplo”, afirmou. A filiação de Rodrigo Garcia ao PSDB aconteceu na sexta-feira, 14, com direito a manifestação de apoio do então prefeito de São Paulo. “Me senti muito acolhido”, finalizou o vice-governador.

- Advertisment -

Most Popular

Bolsonaro rebate seguidor sobre preço do gás: ‘Zeramos os impostos federais, você sabe de quem cobrar’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou as redes sociais neste domingo, 20, para responder a um seguidor que o questionava sobre a alta...

Ministro das Comunicações reclama de jornalistas, políticos e artistas ‘que torcem pelo vírus’

Fábio Faria, ministro das Comunicações do governo Bolsonaro, reclamou do tratamento dado às mortes por Covid-19 por parte do país. “Em breve, vocês verão...

CPI da Covid-19 se posiciona sobre meio milhão de mortos: ‘Vidas que poderiam ter sido poupadas’

O Brasil superou a marca de meio milhão de mortos em decorrência da Covid-19 neste sábado, 19. Segundo o Conselho Nacional de Secretários da...

Lula lamenta 500 mil mortes por Covid-19: ‘Isso tem nome e é genocídio’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi às redes sociais lamentar a marca de 500 mil mortes por Covid-19 no Brasil. O...