domingo, maio 9, 2021
Home Política Bruno Covas decide se licenciar do cargo de prefeito por 30 dias...

Bruno Covas decide se licenciar do cargo de prefeito por 30 dias para tratar câncer

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), decidiu se licenciar por 30 dias do cargo para dar continuidade ao tratamento do câncer digestivo. Segundo a assessoria de imprensa do tucano, a decisão foi tomada em razão “da necessidade de dedicação exclusiva” de tratamento médico. Com a decisão, o vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB), assume o posto assim que a Câmara Municipal de São Paulo autorizar. À Jovem Pan, o médico David Uip afirmou que Covas foi internado na tarde deste domingo, 2, no hospital Sírio-Libanês. “Foi internado [na tarde de hoje]. Ele seria internado normalmente amanhã, para a segunda série de tratamento de quimioterapia e imunoterapia, mas optamos por antecipar”, disse em breve contato telefônico.

“Nesse momento, com toda a força e foco que preciso colocar na minha saúde, fica incompatível o exercício responsável de minhas funções como prefeito de São Paulo. Por isso, vou solicitar à Câmara de Vereadores uma licença do cargo pelo período de 30 dias para me dedicar integralmente à minha recuperação”, escreveu Covas em um comunicado divulgado em suas redes sociais.

“A Prefeitura de São Paulo, por meio das Secretarias de Governo e Especial de Comunicação, informa que, diante da necessidade de dedicação exclusiva ao tratamento médico neste momento, o prefeito Bruno Covas pedirá licença de 30 dias à Câmara Municipal e o cargo será exercido pelo vice-prefeito Ricardo Nunes. Desde que recebeu o diagnóstico da enfermidade, Covas adotou total transparência em respeito à população. Com o surgimento de novos focos, o Prefeito de São Paulo precisará de dedicação integral ao tratamento e entende que não será compatível com as suas responsabilidades e compromisso com a cidade e os paulistanos. Diante do exposto, o ofício com o pedido de afastamento por 30 dias será enviado nesta segunda-feira, 03/05, com base nos Artigos 65 e 66 da Lei Orgânica do Município”, diz nota da assessoria de imprensa do prefeito.

Covas foi internado no dia 15 de abril para a realização de exames de controle, que detectaram o surgimento de novos pontos de câncer no fígado e nos ossos. Enquanto esteve hospitalizado, houve uma piora em seu quadro de saúde – o tucano foi diagnosticado com líquido no abdômen e nas pleuras, tecidos que revestem os pulmões. O prefeito recebeu alta no dia 27 de abril. “Partiu casa! Mais uma vitória entre muitas batalhas. Agradeço a todos pelas rezas, orações e pensamentos positivos. O tratamento continua. O carinho e força que recebi durante todos esses dias são essenciais para continuar lutando e acreditando”, disse em um post publicado em seu perfil nas redes sociais.

- Advertisment -

Most Popular

Bruno Covas posa do hospital e diz ‘não baixar a cabeça’ na luta contra o câncer

Prefeito licenciado da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) usou as redes sociais para postar uma foto sua no Hospital Sírio Libanês, onde...

PSB pede que Fachin intime governador do Rio por operação no Jacarezinho

O Partido Socialista Brasileira (PSB) pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin que intime o governador do Rio de Janeiro, Cláudio...

‘Gabinete paralelo’, negociação com a Pfizer e atuação da Anvisa: os próximos passos da CPI da Covid-19

Quem acompanhou a primeira semana de depoimentos à CPI da Covid-19 pôde perceber que a prescrição de cloroquina, ivermectina e outros remédios comprovadamente ineficazes...

Após ser vacinado com a CoronaVac, Doria comemora: ‘O detalhe, de calça apertada’

Aos 63 anos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), foi vacinado contra a Covid-19 em uma unidade pública de saúde em Pinheiros,...