quinta-feira, junho 17, 2021
Home Política Bolsonaro volta a falar sobre intenção de indicar ministro evangélico ao STF

Bolsonaro volta a falar sobre intenção de indicar ministro evangélico ao STF

Em conversa com apoiadores nesta terça-feira, 11, o presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a falar sobre a possível indicação de um ministro ‘terrivelmente evangélico’ para o Supremo Tribunal Federal (STF). Ao ser questionado sobre a promessa, o mandatário lembrou ainda que, se reeleito, poderá indicar outros dois membros para a Corte. “Quem for eleito em 2022 indica mais dois. De 11 fica com quatro, quase metade”, disse em conversa com os presentes. O presidente também falou sobre as manifestações em apoio ao governo que têm acontecido em todo o país. Ele reclamou que os protestos não têm sido noticiados por grandes veículos de comunicação e disse que os pedidos de intervenção militar são, na verdade, feitos por militantes de esquerda.

“Para que intervenção militar se eu já sou presidente. Tem que haver uma intervenção civil em outros lugares”, disse. O chefe do Executivo também se posicionou a respeito da possibilidade do Congresso Nacional avançar em propostas que autorizam o uso da cannabis para tratamento medicinal. Segundo ele, ‘é ridículo, em um país com tantos problemas, as pessoas estarem desperdiçando força para votar’ o que chamou de ‘uma porcaria dessas’.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado

 

- Advertisment -

Most Popular

Barroso concede a Carlos Wizard direito de ficar em silêncio durante depoimento à CPI da Covid-19

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu ao empresário Carlos Wizard o direito de ficar em silêncio e não produzir...

Justiça Federal torna Witzel réu por organização criminosa após denúncia do MPF

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, virou réu por organização criminosa após a Justiça Federal aceitar uma denúncia do Ministério Público Federal...

Justiça Federal torna Witzel réu por organização criminosa após denúncia do MPF

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, virou réu por organização criminosa após a Justiça Federal aceitar uma denúncia do Ministério Público Federal...

Condenado, Arthur Lira elogia projeto que afrouxa Lei de Improbidade: ‘Avanço para proteger o bom gestor’

Por 408 a 67 votos, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 16, o Projeto de Lei 10.887/18. O novo texto, do relator Carlos Zarattini...