domingo, maio 9, 2021
Home Política Bolsonaro é alvo de críticas de ex-presidentes e lideranças sindicais em evento...

Bolsonaro é alvo de críticas de ex-presidentes e lideranças sindicais em evento virtual

Durante uma transmissão online organizada pelas centrais sindicais, o presidente Jair Bolsonaro virou alvo de críticas de ex-chefes do Executivo, lideranças de movimentos sociais e artistas. Neste ano, os representantes dos sindicatos reivindicaram vacinação contra Covid-19 para todos os brasileiros e auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o Brasil está sendo “devastado pelo governo da incompetência” e ressaltou que muitos brasileiros estão passando fome com a redução do benefício. “Mesmo assim, em plena pandemia, o governo nega ao povo o auxílio emergencial de R$ 600 para que ele seja capaz de suprir suas necessidades básicas. Meus amigos e minhas amigas, nos últimos anos, andamos para trás, a economia brasileira encolheu e é, hoje, 7% menor que em 2014.”

A ex-presidente da República, Dilma Rousseff, também criticou a forma que Bolsonaro tem conduzido a pandemia e classificou o momento pelo qual o Brasil passa como uma “catástrofe sanitária e social”. “O país está submetido ao comportamento genocida de um governo que despreza a vida e desdenha dos que choram pelos seus mortos. Ao revogar conquistas alcançadas pelos trabalhadores ao longo de 13 anos de governos progressistas, o governo neoliberal e neofacista jogou o país ao abismo”, afirmou. Por sua vez, Ciro Gomes, ex-governador do Ceará, disse que este foi o “pior 1º de maio” da história. “Esse é 1º de maio de maior número de mortes de brasileiros inocentes e indefesos, vítimas da parceria trágica de um vírus mortal com um governo criminoso. O 1º de maio com maior número de desempregados, que já passam de 14 milhões.

O 1º de maio com maior número de de trabalhadores jogados cruelmente na informalidade sem nenhum tipo de garantia, o 1º de maio com maior número de fome, com os maiores índices de desigualdade”, disse Ciro. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também participou da live, mas não fez críticas diretas ao governo federal. Em um vídeo exibido durante o evento, FHC defendeu a reabertura da economia para garantir a geração de empregos. “É fundamental para o nosso país é reabrir a economia de modo que ela possa permitir que tenhamos trabalho, renda, para as nossas famílias. Depois a educação, que também é fundamental”, ressaltou. O tucano ainda disse que, durante toda a sua trajetória política, procurou prestigiar aqueles que lideram os trabalhadores brasileiros.

*Com informações da repórter Letícia Santini

- Advertisment -

Most Popular

Bruno Covas posa do hospital e diz ‘não baixar a cabeça’ na luta contra o câncer

Prefeito licenciado da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) usou as redes sociais para postar uma foto sua no Hospital Sírio Libanês, onde...

PSB pede que Fachin intime governador do Rio por operação no Jacarezinho

O Partido Socialista Brasileira (PSB) pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin que intime o governador do Rio de Janeiro, Cláudio...

‘Gabinete paralelo’, negociação com a Pfizer e atuação da Anvisa: os próximos passos da CPI da Covid-19

Quem acompanhou a primeira semana de depoimentos à CPI da Covid-19 pôde perceber que a prescrição de cloroquina, ivermectina e outros remédios comprovadamente ineficazes...

Após ser vacinado com a CoronaVac, Doria comemora: ‘O detalhe, de calça apertada’

Aos 63 anos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), foi vacinado contra a Covid-19 em uma unidade pública de saúde em Pinheiros,...