terça-feira, junho 15, 2021
Home Política Bolsonaro diz que recorrerá ao STF para definir valor fixo do ICMS...

Bolsonaro diz que recorrerá ao STF para definir valor fixo do ICMS sobre combustíveis

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se pronunciou na manhã desta segunda-feira, 17, sobre o projeto enviado em fevereiro ao Congresso Nacional que estabelece uma alíquota uniforme do ICMS. Segundo o texto, a cada Estado definir o valor do imposto que incide sobre os combustíveis. O presidente acredita que o projeto não será aprovado na Câmara e no Senado e afirmou que, caso isso ocorra, irá entrar com uma ação direta de inconstitucionalidade por omissão no Supremo Tribunal Federal (STF). “No Congresso, dificilmente tem convergência sobre as coisas. O fato é: a vida toda foi assim. Entramos com um projeto, pedi urgência e acho que vou ser derrotado. Como eu devo perder, eu só tenho um caminho, vou depender do Supremo Tribunal Federal. É o que temos no momento”, disse Bolsonaro aos apoiadores, na saída do Palácio da Alvorada. “Tem Estado que é um estupro o ICMS. E o pessoal me culpa. Então queremos a definição. O Estado cobra o que quiser, mas ele que diga o quanto está cobrando”, justificou.

O presidente ainda comentou o PL 399/2015, que visa viabilizar a comercialização de medicamentos que contenham extratos, substratos ou partes da planta Cannabis, popularmente conhecida como maconha. Após uma apoiadora pedir uma negativa de Bolsonaro ao texto, o chefe do Executivo assegurou que vetará o projeto. “Isso é com o parlamento. Se chegar para mim, eu veto. Engraçado… maconha pode e cloroquina, não. A esquerda sempre pega uma oportunidade para querer liberar as drogas”, afirmou. O projeto é do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD/SE). Uma apoiadora do presidente acrescentou, em tom de ironia: “Mas a invermectina faz mal, né?”. Bolsonaro respondeu: “Ivermectina faz mal.. maconha e cocaína que fazem bem”, debochou. Em outro momento da conversa, o presidente foi questionado sobre o seu estado de saúde. Segundo um outro apoiador, o Brasil precisa da saúde perfeita de Bolsonaro para aguentar a crise causada pelo coronavírus. “Fica tranquilo. Já falei que eu sou imorrível, imbroxável e também sou incomível”, disse. Bolsonaro também agradeceu pelas manifestações que ocorreram no domingo, 15, organizadas por produtores rurais. “O agro realmente não parou. Tem uns idiotas ai: ‘Fica em casa’… Se o campo tivesse ficado em casa, esse cara, esse idiota, teria morrido de fome. E daí ficam reclamando de tudo. Quem tem salário fixo ou uma gorda aposentadoria, ai pode ficar em casa a vida toda, sem problema nenhum.”

- Advertisment -

Most Popular

Na CPI da Covid-19, Campêlo contradiz Pazuello sobre crise de oxigênio no Amazonas

Em seu depoimento à CPI da Covid-19, nesta terça-feira, 15, o ex-secretário de Saúde do Amazonas Marcellus Campêlo afirmou, em mais de uma ocasião,...

Com definição sobre modelo de prévias, PSDB dificulta candidatura de Doria à Presidência

A Executiva Nacional do PSDB definiu nesta terça-feira, 15, as regras para as prévias do partido. Durante as prévias, as siglas organizam uma eleição...

‘Duvido que os brasileiros votem no PT, Bolsonaro é o favorito para 2022’, diz ministro Fábio Faria

Chefe do Ministério das Comunicações, o ministro Fábio Faria afirmou durante participação no programa Pânico, da Jovem Pan, nesta terça-feira, 15, que já está...

Presidente do TCU pede para a PF investigar auditor afastado por relatório falso

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministra Ana Arraes, pediu à Polícia Federal, na segunda-feira, 14, que seja aberto um inquérito...